topo

Como congelar os alimentos

Nos dias de hoje buscamos praticidade. E em se tratando de alimentação, nada melhor do que fazer do congelador o seu aliado no processo de reeducação alimentar.
 
As vantagens em se utilizar o congelador são: 
Praticidade (ministrar o tempo disponível);
Economia (adquirir alimentos da safra onde o custo é menor);
Disponibilidade (ter alimentos disponíveis, independente da safra);
Valor nutritivo (se o  processo é bem feito, conserva o valor nutritivo dos alimentos).
 
Mas existem alguns cuidados especiais que devemos ter ao congelar os alimentos.
 
Regras básicas para congelamento: 
1- Escolher sempre alimentos de qualidade; 
2- O congelamento apenas mantém as características do alimento, não melhorando seu estado,  aparência e sabor; 
3- É importante congelar tudo absolutamente frio; 
4- Empilhar embalagens somente depois de congeladas.
 
Embalagem:
A embalagem é fundamental para um bom congelamento e plena conservação dos alimentos, uma vez que os alimentos não devem estar em contato direto com o ar seco e frio do congelador, que lhes retira o sabor e a umidade, tornando-os secos e de má qualidade. 
                                
Embalagens indicadas: Saquinhos próprios para congelamento, forminhas de gelo, louças refratárias e vasilhas de vidro. 
Atenção: ao congelar qualquer alimento, não esquecer de escrever em uma etiqueta o nome do produto, a data de congelamento e validade.
 
O que não dá para ser congelado? 
Não devemos congelar ovos com casca, molhos cremosos, maionese, chantily, cremes, iogurte, batata, pepino, creme de leite, queijos cremosos, massas sem molhos, frutas para serem servidas ao natural, verduras e legumes para serem usados em saladas cruas, claras em neve ou cozidas.
 
Alguns cuidados ao congelar:
 
FRUTAS: 
As frutas devem estar limpas e sem sementes. As porções devem ser separadas para descongelamento e consumo em seguida. As frutas pequenas podem ser congeladas inteiras, enquanto as grandes em fatias. As frutas congeladas podem ser consumidas como sucos, vitaminas, shakes, bolos, tortas, purês, entre outras preparações. 
OBS: Frutas congeladas ao natural, perdem, às vezes, sua cor e consistência, mas não o sabor.
 
VEGETAIS e LEGUMES: 
Os vegetais devem ter todas as partes deterioradas removidas, precisam ser lavados, e em seguida, devem ser submersos em água fervente e em água gelada logo em seguida para que ocorra o choque térmico (processo chamado de branquear) e só depois devem ser congelados.
 
OVOS:
Não congelar na casca. O ideal é que as gemas e claras fiquem separadas. Uma ideia é utilizar forminhas de gelo para congelar clara e gema. Pode-se acrescentar uma pitada de açúcar ou sal para melhor conservar. Tampe a forminha com um filme plástico.
 
Tempo de congelamento:
O tempo máximo de congelamento varia bastante dependendo do tipo de alimento! Fique atento ao tipo de alimento que está congelando e o tempo máximo que ele deve ficar congelado. Algumas geladeiras possuem a informação do tipo de alimento e tempo que eles devem ficar congelados. Alem disso, algumas embalagens também especificam esse tempo. 
 
 

Hanna Vita

Deixe um comentário